SAÚDE MENTAL E AIDS

Em 1998, numa parceria do Grupo Pela Vidda Niterói e Hospital Psiquiátrico Jurujuba, nasce o Projeto Piloto “Saúde Mental e aids”, com o objetivo de capacitar os técnicos envolvidos na atenção aos usuários de serviço de Saúde Mental sobre DST/aids, bem como implementar e acompanhar ações de sensibilização e prevenção as DST/aids junto aos usuários do serviço. Este projeto teve suas ações ampliadas através do “Projeto de Intervenção e Prevenção as DST/aids e Fortalecimento da Cidadania entre Usuários de Serviço de Saúde Mental” com a realização de aconselhamento para testagem voluntária anti-hiv junto aos usuários, e a sensibilização de profissionais de Saúde Mental de outras unidades. Em 2001, ampliaram-se as ações realizando treinamentos para profissionais advindos de várias localidades do país, e com a produção de um Manual para Profissionais de Serviços Psiquiátricos e uma Cartilha visando à prevenção as DST e aids, destinada aos usuários dos serviços de Saúde Mental. Esse projeto atualmente está sem financiamento.