NITBUDDY

Em 2003 o Grupo Pela Vidda/Niterói e outras 15 ONG do Brasil foram treinadas para formarem a Rede Buddy Brasil. A criação da Rede tem origem no sucesso do Projeto Rio Buddy, desenvolvido desde 1997 no Rio de Janeiro, pelos grupos Pela Vidda/RJ e Arco Íris. A Rede tem o propósito de instalar programas Buddy em outras cidades brasileiras, cobrindo as necessidades locais, preservando as particularidades regionais. Nasce então em 2004 o projeto Buddy em Niterói, contando com parcerias locais e uma equipe de técnicos e voluntários, denominados de buddies, que acompanham e oferecem apoio às pessoas vivendo com HIV e aids. Na prática, os soropositivos terão uma assistência continuada e humanizada, dentro de sua própria casa.

O Projeto NitBuddy propõe um trabalho de atenção e acompanhamento domiciliar às pessoas vivendo com aids, que mobiliza a comunidade, aproxima as pessoas, promove a quebra de preconceitos, a baixos custos e grandes resultados. O termo Buddy quer dizer amigo, companheiro, e passou a ter esse sentido, nos Estados Unidos, na década de 80, logo no início da epidemia. O papel do Buddy depende da situação que o cliente (pessoa com aids) está enfrentando e suas necessidades. A sua atuação pode variar entre ir às compras, acompanhar o cliente ao médico, numa possível internação hospitalar e, até mesmo, ajudá-lo em tarefas domésticas. Uma sensível combinação de apoio prático e emocional. Esse projeto atualmente está sem financiamento.